Quais os tipos de faturamento em mídia e quando utilizar

Antes de avançar, uma pergunta: você já se inscreveu para a OPCON? A Conferência sobre Gestão e Produtividade para Agências acontecerá entre os dias 24 e 27 de agosto e será ONLINE e GRATUITA! Inscreva-se e participe com a gente ♥

Quando você lança um pedido de inserção no Operand, tem a possibilidade de escolher como será o faturamento dele. Selecionar a opção correta vai garantir que você, seu cliente e os veículos saibam exatamente quais responsabilidades financeiras competem a cada um na negociação.

Sempre que você seleciona as Instruções de Faturamento, o sistema te mostra os valores e quem irá pagar ou recebê-lo :)

Vamos imaginar um cenário de uma PI com tudo a que temos direito, ok?
O valor total da mídia será de R$100.000,00, com uma comissão de 20% e honorários de 10%.

Faturar líquido contra o cliente

Neste tipo de faturamento, o cliente irá pagar direto ao veículo somente o valor líquido, sem a comissão. Ou seja, irá pagar os R$80.000,00.

Você irá receber do cliente o valor correspondente a comissão, de R$ 20.000,00 e também o valor dos honorários de R$10.000,00. 


Sua empresa terá somente recebimentos (cliente) e dois lançamentos financeiros serão registrados: comissão e honorários. 

Faturar bruto conta o Cliente

Já neste tipo de faturamento, o cliente irá pagar ao veículo o valor total da mídia, de R$100.000,00.

Sua empresa terá um recebimento do veículo, referente a comissão de R$20.000,00 e outro recebimento do cliente, relacionado aos honorários de R$10.000,00. 


Consequentemente, no seu financeiro terá dois lançamentos de receita: um da comissão (veículo) e outro dos honorários (cliente).

Faturar líquido contra Agência

Ao escolher essa opção, sua empresa ficará responsável por pagar o valor líquido de R$80.000,00 ao veículo. 

Cabe ao cliente pagar para a sua empresa o valor de R$20.000,00 referente a comissão e o valor dos honorários de R$10.000,00. 

Serão três lançamentos financeiros: um de despesa relacionado ao valor líquido (veículo), e dois de receita referente a comissão (cliente) e ao valor dos honorários (cliente). 

Obs.: é importante reforçar que o valor líquido da PI deve ser incluído em outras negociações com esse cliente, para que sua empresa não saia no prejuízo :)


Faturar líquido + comissão contra a Agência

Neste tipo de faturamento, todos os valores irão passar por sua empresa. Você receberá do seu cliente o valor líquido de R$80.000,00 e irá pagar ao veículo esse mesmo valor. 

Além disso, irá receber do cliente a comissão de R$20.000,00 e também os honorários de R$10.000,00. 


Como sua empresa será a ponte nessa negociação, serão quatro lançamentos financeiros: valor líquido a receber (cliente) e a pagar (veículo), comissão (cliente) e honorários (cliente) a receber. 


Faturar bruto contra a Agência

Assim como o tipo de faturamento anterior, tudo irá passar pela sua empresa. O cliente irá pagar o valor total PI, de R$100.000,00 e você irá pagar ao veículo o valor total também, de R$100.000,00. 

A comissão, de R$20.000,00, será paga a você pelo veículo e o cliente ficará responsável por pagar a sua empresa os honorários de R$10.000,00.


Na sua pauta financeira você verá quatro lançamentos: valor total a receber (cliente) e a pagar (veículo), comissão (veículo) e honorários (cliente) a receber. 


Veja também: