Como realizar a exportação automática de relatórios - BI

Fazer o acompanhamento financeiro de uma empresa requer muita atenção e responsabilidade. Pensando em uma forma de facilitar esse controle, desenvolvemos uma funcionalidade que permitirá a exportação automática do relatório de lançamentos financeiros do Operand para importação em outros sistemas, como o Business Intelligence (BI), por exemplo. 

Sobre a função: 

Os relatórios exportados são gerados nos formatos JavaScript Object Notation (JSON) e entregues no servidor File Transfer Protocol (FTP), que devem ser configurados na tela de exportação do relatório de lançamentos. 

Como estamos falando de informações extremamente importantes e que normalmente tem um acesso mais restrito, apenas usuários com acesso Total ao Módulo Financeiro + todas as permissões avançadas (“A Pagar”, “A  Receber” e “Transferências”), poderão exportar esses dados e realizar a configuração necessária. 

Como exportar o arquivo e realizar a configuração?

Primeiramente, vá ao módulo Relatórios e em Financeiro, acesse o relatório de Lançamentos. Na opção “Detalhado”, existe uma opção de Exportar no canto superior direito, que ao clicar, será apresentada a tela onde você poderá informar as configurações do seu servidor de FTP.

Quando tudo estiver preenchido, clique em “Testar Conexão”, para verificar se todas as informações fornecidas estão corretas.
Feito isso, o sistema emitirá um alerta no canto inferior direito validando se está tudo “OK!” (se for este o caso é só clicar em Salvar, que a configuração estará finalizada) ou, se o alerta for de ERRO, corrija as informações fornecidas e realize um novo teste.
OBS: O sistema não te permitirá salvar a configuração, caso as informações fornecidas estejam incorretas.

Com tudo configurado, você só precisará aguardar o recebimento diário dos arquivos no seu servidor FTP, que ocorrerão sempre entre as 00h00 e as 06h00. Por isso, é importante garantir que haja espaço disponível no seu servidor para esse armazenamento frequente, ok? 

Lembrando que, nenhum arquivo será sobrescrito no seu diretório FTP, pois o arquivo é gerado sempre com o “Nome” + a data atual. 

Ah, você ainda pode acompanhar todo o histórico de relatórios gerados! Basta clicar em Exportar, e ir em Consultar logs das operações anteriores para verificar a listagem completa e os status de cada um dos arquivos. 

Com o arquivo em mãos, basta realizar a importação no seu sistema de preferência e aproveitar ao máximo todos os dados exportados. :) 

Veja também: